CNM - APLICAÇÃO DE RECURSOS DA MP QUE LIBERA R$ 2,8 BI PARA MUNICÍPIOS E CENTROS COVID-19 PAUTAM REUNIÃO DA CNM COM SAÚDE

Representantes da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e do Ministério da Saúde (MS) voltaram a se reunir, nesta quinta-feira, 1º de abril. Na segunda reunião, a aplicação de recursos da MP 1.041/2021 - que liberou R$ 2,8 bilhões para os Entes locais - e o financiamento dos Centros de Enfrentamento à Covid-19 foram os principais temas debatidos.

A manutenção dos 2.373 Centros de Enfrentamento à Covid-19 é um ponto de preocupação para a CNM. Isso porque a Portaria GM/MS 361/21 garantiu o incentivo federal apenas para o 1º trimestre de 2021, porém ainda não há cenário de controle da transmissão do coronavírus e da pandemia, sendo necessária a continuidade dos Centros.

Em diálogo sobre os recursos da MP 1.041/21, que aplicou mais de R$ 5 bilhões para saúde pública, dos quais R$ 2,8 bilhões para os Entes municipais, o Ministério informou que as Portarias para destinação da verba ainda precisam ser pactuadas na Comissão Intergestores Tripartite (CIT). Mas o secretário de Atenção Primária à Saúde (SAPS), Raphael Parente, adiantou que serão garantidos quase R$ 500 milhões para o custeio dos Centros Covid, o que tranquiliza a entidade e os gestores municipais neste momento tão difícil que o Brasil enfrenta com a pandemia.

Outras várias ações estão previstas com a verba, sendo uma parte de uso livre para todos os Municípios. No encontro, em que a CNM foi representada pelo consultor de Saúde, Denilson Magalhães, e pelo supervisor da Assessoria Parlamentar, André Alencar, o grupo também tratou sobre os critérios de rateio dos recursos entre os Municípios.

A Medida Provisória 1.041/2021, publicada na quarta-feira, 31, que destina R$ 2,8 bilhões para os Municípios, entre recursos para alta e média complexidade e para a atenção básica, é uma conquista do movimento municipalista. Durante a primeira reunião, a CNM reforçou a necessidade de auxílio financeiro para a atenção primária.

Assista resumo da reunião com fala do secretário de Atenção Primária à Saúde (SAPS), Raphael Parente:

Publicado em: 01 de abril de 2021.

Fonte: https://www.cnm.org.br/

INFORMATIVOS

  • TCESP - RPPS CONSOMEM MAIS DE R$ 92 BILHÕES ENTRE 2019 E 2020

    Saiba mais ...
  • CNM - A PARTIR DE HOJE, LEI DO GOVERNO DIGITAL VALE TAMBÉM PARA MUNICÍPIOS

    Saiba mais ...
  • TCESP - PRAZO PARA GESTORES INFORMAREM SITUAÇÃO DE OBRAS PARADAS E ATRASADAS TERMINA DIA 13

    Saiba mais ...
  • CNM - SENADO APROVA PROPOSTA QUE REVISA A LEI DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA; TEXTO SEGUE PARA A CÂMARA

    Saiba mais ...
  • CNM - FPM DE SETEMBRO FECHA POSITIVO, COM O ÚLTIMO REPASSE DE R$ 3 BI

    Saiba mais ...
  • CNM - CRÍTICA IMPEDITIVA DO FUNDEB DEVE PREJUDICAR O ENVIO DE DADOS AO SIOPE

    Saiba mais ...
  • CNM - PEC DO MÍNIMO DE 25% VINCULADO À EDUCAÇÃO É APROVADA NO SENADO E SEGUE PARA CÂMARA

    Saiba mais ...
  • CNM - AVANÇO MUNICIPALISTA: CCJ DA CÂMARA APROVA PEC QUE PREVÊ O PARCELAMENTO DAS DÍVIDAS PREVIDENCIÁRIAS

    Saiba mais ...
  • CNM - DIVULGADOS DADOS PRELIMINARES DO CENSO ESCOLAR 2021

    Saiba mais ...
  • CNM - CNM ALERTA PARA REDUÇÃO DO PRAZO DE CUMPRIMENTO DOS RESTOS A PAGAR DE 2020

    Saiba mais ...
  • CNM - PAUTA HISTÓRICA: STF DEFINE QUE CABE A MUNICÍPIOS EXECUTAR MULTAS APLICADAS PELO TCE A AGENTES PÚBLICOS

    Saiba mais ...
  • CONJUR - SENADO APROVA PEC QUE DESOBRIGA GESTORES PÚBLICOS DE GASTOS MÍNIMOS COM EDUCAÇÃO

    Saiba mais ...
  • CNM - PRAZO PARA REPACTUAÇÃO DE OBRAS EDUCACIONAIS INACABADAS TERMINA DIA 30 DE SETEMBRO

    Saiba mais ...
  • AGÊNCIA SENADO - SENADO APROVA EM 1º TURNO ISENÇÃO DE GESTORES POR NÃO CUMPRIREM GASTOS MÍNIMOS EM EDUCAÇÃO

    Saiba mais ...
  • CNM - MUNICÍPIOS COM RPPS DEVEM IMPLANTAR O REGIME COMPLEMENTAR ATÉ 13/11

    Saiba mais ...